10 CUIDADOS ESPECIAIS COM SEU PET NO VERÃO

O verão está aí e o seu amigão vai agradecer por você conhecer esses 10 passos para mantê-lo mais fresco! Quando os dias ficam mais longos e quentes, você pode mudar seu modo de se vestir e aderir aos shorts e camisetas, mas o seu cão ou gato vai ter que continuar usando "casaco de pele" por todo o ano. Então, o que você pode fazer para mantê-lo mais confortável durante essa estação? Aqui estão os 10 passos mais recomendados:
Resultado de imagem para pets no calor, cuidados
 1. Gelo, baby, gelo!
Se você passa os dias fora e sabe que a tarde a coisa vai esquentar, coloque de 3 a 4 cubos de gelo na tigela de água dele, antes de sair de casa. Aliás, espalhe tigelas com água em vários locais da casa, garantindo que sempre haverá água fresquinha pra ele.
 2. Mais gelo
Encha uma garrafa de pet com água fria e deixe-o no freezer durante a noite. Ao sair pela manhã, envolva a garrafa em uma toalha e deixe-a em um dos lugares onde o seu pet costuma relaxar. Caso ele sinta muito calor durante o dia, vai apreciar a sala de refrigeração.
 3. Suspender a cama
Fazer a cama do seu cão ou gato sobre uma superfície de plástico ou madeira com pequenos pés, permitirá que ele fique confortável e que o ar passe por baixo da cama, ajudando a resfriá-la.
 4. Ventilador
Compre um ventilador pequeno e coloque no chão, ou próximo a uma janela. Se o seu peludo sentir muito calor ele irá apreciar a brisa. Você também pode colocar uma garrafa de água congelada em frente ao ventilador.
 5. Aparar o pêlo
Se o seu pet tem o pelo longo, considere a ideia de lhe dar um novo corte, pelo menos dos dias quentes do verão! Isso vai ajudá-lo a se sentir melhor nesse período do ano. Mas cuidado, os cães e gatos brancos e de pelos claros possuem também uma pele muita clara e podem estar sujeitos a queimaduras solares. Converse com um veterinário a respeito do corte e peça maiores instruções sobre como proceder. Outra opção seria cortar apenas os pelos das pernas e na barriga, assim ele continuaria protegido do calor, ou do frio.
 6. Aumentando a umidade
Utilize um pano úmido ou papel e esfregue suavemente nos pelos do seu cão ou gato. De um modo geral, os gatos não se importam com um pouco de umidade em seus pelos, principalmente quando percebem que isso pode aliviá-los do calor. Inclusive essa é uma forma natural dos felinos se refrescarem, que nada mais é do que molhar sua pele com saliva ao invés de água.
 7. Feche as cortinas
Feche as cortinhas e as venezianas nas janelas em que entram muito sol da tarde para que o seu peludo não se exponha diretamente ao calor do sol intenso.
 8. Cuidado com a bolsa de gel
Apesar das bolsas de gel serem produzidas com materiais que não são tóxicos para nós, seres humanos, o gel pode ser prejudicial para o seu gato ou cachorro, caso ele rasgue o plástico da bolsa com as suas garras. O melhor é evitar esse tipo de produto.
 9. Adiando as brincadeiras
Mesmo que o seu amigão adore as brincadeiras de perseguição ou outras atividades como saltar e correr, é melhor esperar até o final do dia, quando estiver mais fresco. Os bichos podem ficar superaquecidos muito rapidamente pelo exercício extenuante em dias quentes.
 10. E nunca, mas NUNCA MESMO, deixe seu cão ou gato preso dentro do carro!
Nem por um breve instante. Um carro fechado pode atingir temperaturas bem maiores que 100 graus em um tempo incrivelmente curto.
Se o seu pet parecer ofegante, com excesso de salivação, com dificuldade para respirar, ou parece estar perdendo a consciência, leve-o ao veterinário ou a clínica mais próxima. Estes são sintomas de insolação, e se não tratada, seu amigão pode sofrer danos nos rins, disfunção cardíaca ou outros problemas potencialmente fatais.
Resultado de imagem para pets no calor, cuidados

Esse texto é um artigo do site norte-americano Catster, traduzido e adaptado com a ajuda do voluntário Giovanni Porto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário